Categoria : Sem categoria

Home/Arquivo por Categoria" Sem categoria" (Página 27)

Dia do Índio

11159543_668415996618372_6343114776820672840_n

História do Dia do Índio

Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Mas porque foi escolhido o 19 de abril?

Origem da data 

Para entendermos a data, devemos voltar para 1940. Neste ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste continente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”.

No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio.

Comemorações e importância da data 

Neste dia do ano ocorrem vários eventos dedicados à valorização da cultura indígena. Nas escolas, os alunos costumam fazer pesquisas sobre a cultura indígena, os museus fazem exposições e os municípios organizam festas comemorativas. Deve ser também um dia de reflexão sobre a importância da preservação dos povos indígenas, da manutenção de suas terras e respeito às suas manifestações culturais.

Devemos lembrar também, que os índios já habitavam nosso país quando os portugueses aqui chegaram em 1500. Desde esta data, o que vimos foi o desrespeito e a diminuição das populações indígenas. Este processo ainda ocorre, pois com a mineração e a exploração dos recursos naturais, muitos povos indígenas estão perdendo suas terras.

FONTE: http://www.suapesquisa.com/datascomemorativas/dia_do_indio.htm

 

continue lendo

Homenagem ao Dia da Cantineira

DSC09634 DSC09636 DSC09643 DSC09645 DSC09661 DSC09664 DSC09665 DSC09666 DSC09667 DSC09654

Não poderíamos deixar de homenagear essas belas pessoas da nossa escola que fica, atrás dos bastidores ajudando na organização, limpeza e o lanche da escola. Agradecemos pela atenção, carinho, amizade…
Estas extraordinárias pessoas, sempre fazem com dedicação e amor…
E o seu trabalho com muita dignidade…

continue lendo

AGRADECIMENTO DOAÇÃO DE ALIMENTOS FEITA PELA TEKMICRO INFORMÁTICA

DSC09617 DSC09620 DSC09619 DSC09622

 

DSC09624

 

AGRADECIMENTO

A APAE de Caratinga agradece à empresa Tek Micro​ Informatica em parceria com o Empresa Educar do Rio Grande do Sul, Tek Micro situada na Avenida Moacir de Matos, vila nª.sª. do Carmo, pela iniciativa e participação dos seus alunos na ação de coleta e doação de alimentos não perecíveis.

Certamente todos o fruto da doação deixará a merenda de nossos alunos alunos mais saborosa.Obrigada pelo gesto de solidariedade.

continue lendo

Dia 21 de abril “Dia de Tiradentes”

TIRADENTES

 

No dia 21 de abril comemora-se o dia de Tiradentes. Joaquim José da Silva Xavier, nasceu na Fazenda do Pombal, entre São José (hoje Tiradentes) e São João Del Rei em Minas Gerais, no ano de 1746, tornou-se o mártir da Inconfidência Mineira.

Tiradentes ficou órfão de mãe aos nove anos de idade, perdeu o pai aos onze anos, e foi criado pelo padrinho na cidade de Vila Rica, hoje conhecida como Ouro Preto.

O apelido de Tiradentes veio da profissão de dentista que exercera com muita responsabilidade, mas o ofício que mais lhe promoveu foi o de soldado, integrante do movimento da Inconfidência Mineira – que o levou à morte em praça pública, por enforcamento e esquartejamento.

A Inconfidência Mineira foi um abalo causado pela busca da libertação do Brasil diante da monarquia portuguesa, ocorrendo por longos anos, no final do século XVIII.

Na cidade de Vila Rica e nas proximidades da mesma eram extraídos ouro e pedras preciosas. Os portugueses se apossavam dessas matérias-primas e as comercializavam pelos países europeus, fazendo fortuna à custa das riquezas de nosso país, ou seja, o Brasil era grandemente explorado por essa nação.

O reinado de Portugal no Brasil cobrava impostos caríssimos (o quinto) e a população decidiu se libertar das imposições advindas do governo português. A sociedade mineira contrabandeava ouro e diamante, além de atrasar o pagamento dos impostos.

Com o fortalecimento das idéias contra os portugueses, aconteceu a Inconfidência Mineira, tendo como principais objetivos: buscar a autonomia da província; conseguir um governo republicano com mandato de Tomás Antônio Gonzaga; tornar São João Del Rei a capital; conseguir a libertação dos escravos nascidos no Brasil; dar início à implantação da primeira universidade da região; dentre outros.

Durante o movimento, as notícias de que os inconfidentes tentariam derrubar o governo de Portugal chegaram aos ouvidos do imperador, que decretou a prisão deles. Tiradentes, para defender seus amigos, assumiu toda a responsabilidade pelo movimento e foi condenado à morte.

O governo fez questão de mostrar em praça pública o sofrimento de Tiradentes, a fim de inibir a população de fazer manifestos que apresentassem ideologias diferentes. Em 21 de abril de 1792, Tiradentes percorreu o trajeto, chegando à cadeia pública da região, foi enforcado após a leitura de sua sentença condenatória.

Ainda hoje podemos ver o museu da Inconfidência Mineira, que está localizado na Praça Tiradentes, na cidade de Ouro Preto, local onde é preservada a memória desse acontecimento tão importante da história do Brasil, com o ciclo do ouro e as obras de arte de Aleijadinho.

Fonte: http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/tiradentes.htm

continue lendo

Os alunos da APAE representando a instituição na VI Conferência Municipal da Criança e do adolescente de Caratinga, brilhantemente organizada pela secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

 

 

 

 

 

DSC08962 DSC08967 DSC08969 DSC08972 DSC08974 DSC08976

 

Os alunos da APAE representando a instituição na VI Conferência Municipal da Criança e do adolescente de Caratinga, brilhantemente organizada pela secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

Durante a leitura do regimento Interno a oradora orienta aos participantes que corrijam uma data informada de forma equivocada. Nosso querido aluno Bruno (aluno da Prof.ª Nádia), muito feliz, desde a recente conquista de estar alfabetizado acompanha as orientações e seguindo a leitura vai, de forma autônoma e madura, reconstruindo seu texto. Um show de atenção e participação. Um exemplo das inúmeras conquistas que partilhamos cotidianamente com nossos alunos e suas famílias.

continue lendo